segunda-feira, 17 de março de 2008

A opinião dos alunos

Mais um "relatório" da aula de Formação Cívica, na Semana da Leitura, no dia 4 de Março:

Na minha opinião, penso que foi uma experiência deveras agradável e motivadora, porque nos incentivou a ler mais. Achei que o nosso convidado, António Arnaut (aluno do 11ºano de escolaridade), tem o dom da fala. A certa altura até o comparei com Péricles, um grande homem da antiguidade grega, que tinha sempre a multidão na mão, dirigia-a com facilidade e sabia argumentar e convencer e, acima de tudo, falar.
Achei que foi uma experiência muito boa, que se devia repetir mais vezes, tendo como convidados os alunos, porque, para além dos adultos e apesar de ambos já terem passado pela nossa idade, agimos de maneira diferente com alunos mais velhos, pois estão mais perto da nossa faixa etária do que os adultos.

Francisco Soutinho, 7º C

quinta-feira, 13 de março de 2008

Leituras na sala de aula

Ainda a propósito da Semana da Leitura, a professora de Física e Química A, do 10º C e de Área de Projecto, do 12º A, fez-nos chegar alguns poemas lidos nas respectivas aulas pelos alunos e que aqui registamos.

Se
Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo
Na luta por um bem definitivo
Em que as coisas de amor se eternizassem.


Sophia de Mello Breyner Andresen


Lágrima de preta

Encontrei uma preta
que estava a chorar,
pedi-lhe uma lágrima
para a analisar.

Recolhi a lágrima
com todo o cuidado
num tubo de ensaio
bem esterilizado.

Olhei-a de um lado,
do outro e de frente:
tinha um ar de gota
muito transparente.

Mandei vir os ácidos,
as bases e os sais,
as drogas usadas
em casos que tais.

Ensaiei a frio,
experimentei ao lume,
de todas as vezes
deu-me o que é costume:

nem sinais de negro,
nem vestígios de ódio.
Água (quase tudo)
e cloreto de sódio.






António Gedeão



E, agora, atentem no autor do poema seguinte:


Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Há duas formas para viver a vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.





Albert Einstein


Entrega de prémios






























Hoje foi o dia da entrega dos prémios, justamente merecidos, aos alunos vencedores do concurso "Responda quem souber". A Ana Rita Ferrão, do 12º B, foi premiada pelo maior número de respostas certas durante este 2º período; o Pedro Mocho, do 12º J, foi sorteado entre todos os concorrentes. Parabéns aos dois! Esperamos que continuem a participar no 3º período.

terça-feira, 11 de março de 2008

A opinião dos alunos...

"Relatório” da última aula de Formação Cívica

No passado dia 4 de Março, a nossa professora, Graça Trindade, surpreendeu-nos com a presença de um aluno que nos era desconhecido. Esse aluno, António Arnaut, do 11º ano, fez-nos acreditar que um livro é mais do que aquilo que nós alguma vez pensaríamos.
Ele começou por nos fazer perguntas, como por exemplo: -O que é para vocês um livro?
Só alguns responderam às perguntas. O António, como não queria que nós estivéssemos a apanhar “seca”, tentou dialogar o mais possível connosco, sempre com humor. Toda a gente se riu, toda a gente comentou...
O António fez-nos uma breve apresentação de alguns livros que ele trazia consigo, como “O Principezinho” de Antoine de Saint-Exupéry, que foi classificado, por ele, como o melhor livro de todos os tempos.
Depois de três quartos de hora (45min.), e depois de muitas questões que colocámos e de alguns conselhos que o António nos deu sobre livros que nós podemos ler, chegou o final da aula, e todos nos despedimos do convidado e das professoras. Foi um começo de dia um pouco agitado e diferente, e foi pensado para celebrarmos o Dia Nacional da Leitura (em grande).

Relatório” feito por: Ana Sofia, Nº 2; 7ºC

segunda-feira, 10 de março de 2008

"Todos a falar de livros"


Na sequência das actividades da Semana da Leitura e, à semelhança do que aconteceu com o 8º B, as turmas C e A do 8º Ano receberam como convidada, a Auxiliar de Acção Educativa, D. Mabília Lopes, na passada sexta-feira. Desta vez foi na biblioteca. Novamente cativou os alunos falando-lhes dos livros que lera ao longo da vida e da importância da leitura na nossa formação. Todos agradeceram e a sessão continuou com leituras de outros textos que os alunos partilharam com muito entusiasmo.

sexta-feira, 7 de março de 2008

Semana da Leitura


Sugestão do Dia:





A rapariga que roubava livros, de Markus Zusak
Neste livro marcante, a morte assume o papel de narrador, e vamos encontrá-la na Alemanha, por ocasião da 2ª Guerra Mundial, com a missão de recolher almas vítimas do conflito; cansada, começa a observar a estranha natureza dos humanos. Encontra então Liesel, uma menina de nove anos de idade, entregue para adopção, com quem já se cruzara no funeral do seu pequeno irmão. Foi aí que Liesel roubou o seu primeiro livro, o primeiro de muitos pelos quais se apaixonará e que a ajudarão a superar as dificuldades da vida, dando sentido à sua existência. Ao longo dos anos, Liesel continuará a roubar livros e a encontrar-se com a morte, acabando por se tornar uma oradora bastante requisitada e também uma intérprete de histórias. Um livro sobre uma época em que as palavras eram imensamente importantes no seu poder de destruir ou de salvar. (acabadinho de chegar à biblioteca!)



quinta-feira, 6 de março de 2008

"Todos a falar de livros"


Continuando a comemorar a Semana da Leitura, a turma do 8º B recebeu uma convidada inesperada: a auxiliar de acção educativa, D. Mabília Lopes, que falou aos alunos do seu percurso como leitora, desde a escola primária até ao presente, em que se encontra a completar o 9º ano, no âmbito das "Novas Oportunidades". Contou como ganhou o gosto pela leitura, desde os primeiros contactos com os livros da colecção "Uma aventura dos cinco" até à admiração da obra de Eça de Queirós. A este propósito, leu aos alunos um pequeno excerto de "Os Maias", lançando-lhes o desafio de imaginarem o seu enredo.
Foi uma "aula" diferente, de experiências de vida e de leituras, verdadeiramente interessante e motivadora.

Semana da Leitura


Sugestão do dia:

O Leitor, de Bernhard Schlink

A descoberta do amor e dos primeiros afectos vai marcar a vida de Michael Berg, um adolescente alemão dos anos 60. Mas a sua vida complica-se de forma inesperada e surpreendente.
A certa altura, o seu sonho é atenuar a dor da mulher amada, lendo para ela. Esta é também uma leitura irrecusável e imperdível.

quarta-feira, 5 de março de 2008

"Todos a falar de livros"


Da chuva de ideias sobre o que é a leitura para cada aluno da turma A, do 7º Ano, resultou esta apresentação, elaborada pelo aluno Olímpio Kevin.

Semana da Leitura


Sugestão do Dia:

A gramática é uma canção doce, de Erik Orsenna

Conto iniciático, este livro é um pequeno e despretensioso tratado de pedagogia que, com humor, nos lembra que onde existe uma gramática existe também uma fonte de prazer. Uma verdadeira carta de amor às palavras, às frases e aos livros. Ler a gramática? Quem diria! Mas nesta há muita magia.

terça-feira, 4 de março de 2008

"Todos a falar de livros"


No âmbito da Semana da Leitura, a turma C do 7º Ano recebeu um convidado especial na aula de Formação Cívica: António Arnaut, aluno do 11º J, partilhou com os colegas mais novos a sua experiência de leitura e a importância que ela tem no desenvolvimento intelectual de qualquer pessoa. Referiu alguns autores e livros preferidos, nomeadamente Fernando Pessoa, Miguel Torga, José Régio, Antoine de Saint-Exupéry e Hermann Hesse. Finalizou a sua "aula", tão viva e motivadora, com a leitura do conto O pássaro azul, da autoria do seu avô.

Semana da Leitura


Sugestão do Dia:


O Décimo Terceiro Conto, de Diane Setterfield


Vida Winter é uma escritora muito especial, que intriga os jornalistas e os meios literários com histórias fantasiosas que mantiveram sempre oculto o seu passado enigmático. Quando publica Treze Contos de Mudança e Desespero, verificou-se que, de facto, o livro só continha doze contos e não treze. Onde estava o 13º? Um belíssimo romance que questiona e reflecte sobre o quanto de si o autor põe numa obra e o seu maior ou menor desnudamento perante o público leitor.

segunda-feira, 3 de março de 2008

Semana da Leitura

Sugestão do dia:

A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón

Tudo começa em Barcelona, em 1945. Daniel Sempere completa 11 anos e o pai, ao vê-lo triste por não conseguir lembrar-se do rosto da mãe que já morreu, dá-lhe um presente inesquecível: leva-o ao Cemitério dos Livros Esquecidos, um misterioso lugar no centro histórico da cidade. Aí, numa biblioteca secreta e labiríntica que funciona como depósito para obras abandonadas pelo mundo à espera de alguém que as descubra, Daniel encontra um exemplar de A Sombra do Vento, de Julián Carax. Esta descoberta muda o rumo da sua vida e arrasta-o para um labirinto de intrigas e segredos.

Semana da Leitura (3 a 7 de Março de 2008)




Frase da Semana:
"Ler multiplica a vida por mil"
Rosa Montero