Calendário Poético

O Calendário Poético da BMC, durante este mês de Junho, continua a apresentar a selecção de poemas que os alunos de algumas turmas do 10º e 12º Anos da nossa escola reuniram, sob a orientação das professoras Antonieta Mendonça e Florbela Moura. 
O poema do dia 25 de Junho é de Eugénio de Castro. Vamos ler:

EPÍGRAFE

Murmúrio de água na clepsidra gotejante,
Lentas gotas de som no relógio da torre,
Fio de areia na ampulheta vigilante,
Leve sombra azulando a pedra do quadrante,
Assim se escoa a hora, assim se vive e morre...


Homem que fazes tu? Para quê tanta lida,
Tão doidas ambições, tanto ódio e tanta ameaça?
Procuremos somente a Beleza, que a vida
É um punhado infantil de areia ressequida,
Um som de água ou de bronze e uma sombra que passa...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Sugestões de Leituras para o Natal!

Concurso de Podcasts - resultados