Centenário de "A Sagração da Primavera"

"A Sagração da Primavera", cujo centenário se celebra hoje, foi composta por Igor Stravinsky para a companhia dos Ballets Russes e, na sua estreia original, foi apresentada com coreografia de Nijinsky. Nesse dia,  29 de maio de 1913a elite parisiense reuniu-se no recém-inaugurado teatro des Champs-Elysées para ver mais um espetáculo dos Ballets Russes de Serghei Diaghilev, sem saber que a noite entraria para a história da música e da dança. 
"A Sagração da Primavera" tem as suas raízes no folclore eslavo e na rica tradição musical russa e enquanto a partitura extraía novos sons de instrumentos familiares e tomava liberdades com o ritmo, os dançarinos quebravam todas as regras do ballet tradicional e, em vez das graciosas pontas, por exemplo, os pés eram virados para dentro. 
plateia, que esperava ver um espetáculo de ballet tradicional, ficou chocada e vaiou e arremessou objetos aos músicos e bailarinos.
Entretanto, nestes cem anos, "A Sagração da Primavera" tornou-se uma obra de culto para os maiores maestros e coreógrafos.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Desafio "Há poesia na escola" | Rede de Bibliotecas de Coimbra | A força da palavra