Prémio Nobel da Literatura 2013

Alice Munro é a vencedora do Prémio Nobel da Literatura 2013. Nasceu a 10 de julho de 1931 em Wingham, no Canadá, e em 2009 já tinha sido premiada com o Man Booker Prize.
A autora é considerada "mestre do conto" e, pela sua qualidade, tem sido chamada de "Chekov do Canadá".
"Munro é apreciada pela sua arte subtil do conto, imbuída de um estilo claro e de realismo psicológico", descreveu o Comité numa biografia da escritora. "As suas histórias passam-se frequentemente em pequenas localidades, onde a luta por uma existência socialmente aceitável muitas vezes resulta em relações tensas e conflitos morais - problemas que resultam de diferenças geracionais e ambições de vida que colidem".

Nos últimos 10 anos, o Nobel da Literatura distinguiu nomes como o chinês Mo Yan (2012), o sueco Tomas Tranströmer (2011), o peruano Mario Vargas Llosa (2010), a alemã de origem romena Herta Müller (2009), o francês Jean-Marie Gustave Le Clézio (2008), a britânica Doris Lessing (2007), o turco Orhan Pamuk (2006), o britânico Harold Pinter (2005), a austríaca Elfriede Jelinek (2004) e o sul-africano J.M. Coetzee (2003).


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Desafio "Há poesia na escola" | Rede de Bibliotecas de Coimbra | A força da palavra