Palestra de abertura do ano letivo

O PROBLEMA DA EDUCAÇÃO


No dia 8 de setembro, no âmbito da abertura do ano letivo 2014-2015 e da celebração do trigésimo primeiro aniversário da Escola Básica e Secundária Quinta das Flores, a comunidade educativa foi convidada a refletir sobre o estado da educação em Portugal com o historiador José Pacheco Pereira.
Na sua perspetiva, qual é o problema da educação em Portugal? A crise da classe média. Os diferentes grupos sociais não atribuem o mesmo valor à educação. A valorização da educação foi obra da classe média que nela viu um “elevador social”. Deste modo, a degradação atual da classe média constitui  o problema de fundo da educação no nosso país.
Por outro lado, as políticas de ataque às Humanidades e de desvalorização dos professores conjugadas com a perda do valor simbólico da educação na opinião pública e a erosão provocada pelas novas tecnologias na instituição escola vêm agravar este problema.
Na civilização burguesa, o mundo sociocultural assenta num sistema de mediações de que a escola faz parte. Esse sistema interpõe-se entre nós e a barbárie.  Urge, pois, valorizar o papel da escola e dos professores, defender o silêncio, o tempo lento, a curiosidade, o conhecimento.
Impõe-se uma revolução no modo como se ensina. A escola deve contribuir para a qualidade do viver, do pensar e do agir. Não pode castrar a possibilidade de as pessoas serem senhoras de si mesmas.
Francisco Oliveira (professor de Filosofia)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Desafio de Escrita "Coimbra inspira-me" | Textos Vencedores