Escritor turco Ohran Pamuk recebeu prémio em Lisboa

No passado dia 3 de outubro, o escritor Orhan Pamuk recebeu em Lisboa, na Fundação Calouste Gulbenkian, o Prémio Europeu Helena Vaz da Silva para a Divulgação do Património Cultural.
Este Prémio, instituído no ano passado pelo Centro Nacional de Cultura, em cooperação com a Europa Nostra, a principal organização europeia de defesa do património que o CNC representa em Portugal, e com o Clube Português de Imprensa, distingue contribuições excepcionais para a divulgação do património cultural e dos ideais europeus.
Orhan Pamuk nasceu em Istambul em 1952 e é o principal romancista turco da atualidade.
Em 1995, publica o romance A Vida Nova (Yeni Hayat), que se tornaria num dos livros mais lidos de sempre na Turquia. A consagração definitiva dos críticos literários viria em 1998, com O Meu Nome É Vermelho, mas o que o catapultou definitivamente para a fama mundial foi o facto de ter sido galardoado, a 12 de Outubro de 2006, com o Nobel de Literatura.
O livro A Vida Nova, de Ohran Pamuk, é uma das novas aquisições da nossa BE.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Desafio de Escrita "Coimbra inspira-me" | Textos Vencedores