Prémio Nobel da Literatura 2014 para Patrick Modiano

 
A Academia Sueca atribuiu hoje o Prémio Nobel da Literatura ao escritor francês Patrick Modiano, destacando o modo como a sua “arte da memória evoca os mais inefáveis destinos humanos e desvela o mundo da ocupação”. Isto é, da ocupação alemã da França durante a Segunda Guerra, um tópico recorrente na obra de Modiano, filho de uma actriz flamenga e de um judeu de origem italiana.
 
Considerado por alguns críticos o mais importante escritor francês vivo, Patrick Modiano, nascido em Boulongne-Billancourt, nos arredores de Paris, em 1945, publicou o seu primeiro romance, La Place de l'Étoile, em 1968. Dez anos após este livro de estreia, que foi bem acolhido pela crítica e lhe valeu alguns prémios menores, recebeu o prestigiado prémio Goncourt por Rue des Boutiques Obscures (1978), que foi também o seu primeiro livro editado em Portugal, pela Relógio D’Água, com o título Na Rua das Lojas Escuras.
Modiano já recebera em 1972 o Grande Prémio de Romance da Academia Francesa com Les Boulevards de Ceinture, e ao longo dos últimos anos tem sido galardoado, pelo conjunto da sua obra, com os mais importantes prémios literários franceses e europeus.
 
Este é o quarto prémio atribuído pela Academia Sueca este ano depois do Nobel da Medicina (John O'Keefe, May-Britt Moser, Edvard Moser), da Física (Isamu Akasaki, Hiroshi Amano, Shuji Nakamura) e da Química (Eric Betzig, Stefan Hell, William Moerner).
 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Desafio de Escrita "Coimbra inspira-me" | Textos Vencedores