Palestra "Três Justos Portugueses"



No dia 31 de janeiro, a nossa escola homenageou Três Justos Portugueses: Aristides de Sousa Mendes, Sampayo Garrido e José de Brito Mendes.
Para os evocar, contámos com a presença de familiares que, na primeira pessoa, referiram as ações empreendidas por cada uma destas personalidades que, durante a 2ª Guerra Mundial, puseram em risco as suas vidas e as suas carreiras para salvar judeus dos horrores do Holocausto.
António Moncada de Sousa Mendes, neto de Aristides de Sousa Mendes, recordou o ato de desobediência às ordens de Salazar levado a cabo pelo seu avô que, enquanto Cônsul de Portugal em Bordéus, passou milhares de vistos a judeus, permitindo-lhes atravessar a fronteira e chegarem a Portugal.
Salvador Sampayo Garrido Reis, neto de Sampayo Garrido, Embaixador de Portugal em Budapeste, entre 1939 e 1944, evocou o gesto do seu avô que, contrariando também as ordens emanadas do governo português, protegeu e salvou mais de mil judeus húngaros.
Fátima Taborda, lembrou o seu tio-avô, José de Brito Mendes, operário português em Paris, que salvou Cécile, uma menina judia, filha dos seus vizinhos polacos, deportados e assassinados em campos nazis.
Fátima Taborda
Professora de Francês

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Desafio de Escrita "Coimbra inspira-me" | Textos Vencedores