"Shoá: lembrar para não esquecer": performance de encerramento


Terminaram hoje com chave de ouro as atividades do projeto “Shoá: lembrar para não esquecer” que, ao longo de um mês, ocupou a nossa escola. A aluna Beatriz Costa e o ator António Morais cativaram o público que encheu o auditório com o Impromptu de Pierné para harpa e o monólogo do senhor Glas da peça Dança lenta no local do crime, de William Hanley. 
A segunda parte do programa decorreu no átrio da escola, consistindo numa performance multidisciplinar de artes plásticas, poesia, música e canto lírico que envolveu alunos e professores da Quinta das Flores e do Conservatório de Música, bem como o ator António Morais. Foi um momento de grande beleza e emoção que marcou a comunidade educativa, especialmente quando o mural representando a entrada de Auschwitz foi rasgado para dar lugar a uma paisagem azul e florida, símbolo da liberdade e da paz.
Fátima Taborda
Professora de Francês

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Desafio de Escrita "Coimbra inspira-me" | Textos Vencedores