Prémio Nobel da Literatura 2016

Bob Dylan é o imprevisível e polémico vencedor do Prémio Nobel da Literatura de 2016. É caso para dizer: “os tempos estão a mudar”.
O prémio maior da literatura, anunciado no dia 13 de outubro pela Academia sueca, é atribuído, pela primeira vez, a um músico “por ter criado novas expressões poéticas no quadro da grande tradição da música norte-americana”. Um dos seus álbuns, Blonde on Blonde, de 1966, é considerado “um exemplo extraordinário da sua forma brilhante de rimar e do seu pensamento pictórico”.
Bob Dylan é o nome artístico de Robert Allen Zimmerman, compositor, cantor, pintor, ator e escritor norte-americano nascido a 24 de maio de 1941 no estado de Minnesota.
Neto de imigrantes judeus russos, Dylan escreveu os seus primeiros poemas aos 10 anos e, ainda adolescente, aprendeu piano e guitarra sozinho.
Em 2004, foi eleito pela revista Rolling Stone o sétimo maior cantor de todos os tempos e, pela mesma revista, o segundo melhor artista de música de todos os tempos, ficando atrás somente dos Beatles.
Em 2012, Dylan foi condecorado com a Medalha da Liberdade pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. 
Sucede à bielorussa Svetlana Alexievitch, laureada com o Nobel da Literatura, em 2015.
Crónicas - Volume I e Tarântula são duas das suas obras, de “leitura essencial para quem goste de boa literatura.(www. wook.pt)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Sugestões de Leituras para o Natal!

Concurso de Podcasts - resultados