sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Sessão de Cinema | Soldado Milhões


No âmbito do programa da Semana dos Direitos Humanos para assinalar os 70 Anos da DUDH, o filme "Soldado Milhões" foi projetado no Grande Auditório para várias turmas, algumas das quais já tinham assistido à sessão "Aníbal Milhais: um herói chamado Milhões", apresentada pelo ator Diogo Carvalho, de que demos conta já neste blogue.

Houve duas sessões, com breve contextualização pelas professoras Fátima Taborda (nas turmas do 3.º ciclo)  e Fátima Almeida (nas turmas do secundário).
Momento marcante e até comovente foi, sem dúvida, aquele em que o Soldado Milhões encontrou os seus colegas de batalhão e os alunos começaram, espontaneamente, a bater palmas!! 

Miúdos a votos! Já são conhecidas as listas dos livros nomeados

Foram quase 23 mil os alunos que participaram na primeira fase de 'Miúdos a Votos', nomeando os títulos que mais gostaram de ler até hoje. 
As propostas dos alunos foram contabilizadas pela Pordata e os livros que receberam mais nomeações integram as listas que vão à votação nacional, no dia 15 de março de 2019.
No 1º, 2º e 3º ciclos as listas integram os livros que receberam mais de 50 nomeações. No secundário, como as propostas foram em menor número, integram a lista os livros que tiveram mais de 30 nomeações.
A campanha eleitoral decorrerá entre 28 de janeiro e 13 de março de 2019.
A votação realizar-se-á no dia 15 de março de 2019.
Podem encontrar mais informações aqui.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Painel de Natal




Este Painel de Natal - "Presépio" - foi adornado com "estrelas de Natal", realizadas no âmbito da disciplina de Educação Visual, pelas turmas do 5.ºA, 5.ºB, 5.ºC e 6.ºA, sob a orientação das docentes Paula Africano e Teresa Cavaco. Na sua realização, foi explorado o ponto, a linha e a cor em diversas técnicas e materiais riscadores como o lápis de cor, os marcadores e os lápis de cera. O efeito ficou espetacular!

Postais de Natal


Os Postais de Natal elaborados no âmbito do Desafio de Natal 2018 "Vamos Viver o Natal", pelos alunos do 2.º Ciclo, sob orientação das professoras Paula Africano e Teresa Cavaco, encontram-se expostos no hall de entrada.


Desafio Postal de Natal 2018 "Vamos Viver o Natal"


Já estão selecionados os  dezasseis trabalhos que vão agora constituir a cartilha de postais de Natal 2018 da Biblioteca Municipal de Coimbra que, a partir de 15 de dezembro, irão ser distribuídos pelos seus leitores e utilizadores.
Todos os trabalhos originais que chegaram à BMC (três de cada nível de ensino, por escola) estão expostos junto à biblioteca infantil, num grande mural de ilustração natalícia, como é hábito.

Muitos parabéns aos vencedores e a todos os inúmeros alunos participantes nesta atividade, assim como às professoras coordenadoras deste desafio nas diversas escolas da nossa Rede de Bibliotecas de Coimbra!

Da nossa escola, em que participaram um total de 127 alunos (orientados pelas professoras Ana Vinhas, Paula Africano e Teresa Cavaco), foram os seguintes os postais selecionados na BMC:

 2.º Ciclo - Salvador Fernandes Dinis, 5.º B

Secundário - Sofia da Costa Carvalho - 12.ºD

Secundário - Ana Beatriz Costa Soares, 12.ºD

Todos os postais selecionados das várias escolas da RBC podem ser vistos aqui.


quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Exposição de Presépios | 7.ºD


Presépios realizados pelos alunos do 7.º D, na disciplina de Educação Visual, sob orientação da professora Ana Cristina Cardoso.


70 Anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos


A BE partilha os recursos sugeridos pelo Plano Nacional de Leitura sobre esta temática, lembrando também o DIREITO À LEITURA. Pdem aceder a esses recursos aqui.
O PNL apresenta igualmente estas sugestões de leituras sobre os Direitos Humanos. Desta listagem, podem encontrar na nossa BE os livros "Eu, Malala" e "Salgueiro Maia: o homem do tanque da liberdade".
Boas leituras!

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Desafio de Escrita - Vencedores


O Desafio de Escrita, lançado na Semana da Cultura Científica, incitava os alunos a escrever um texto criativo, que pudesse ser publicado num jornal, a anunciar uma grande descoberta científica. Eis os textos vencedores:


2º Ciclo

Fotografia Voadora

No ano de 2018, uma equipa de engenheiros informáticos descobriu como fazer voar uma máquina fotográfica, quando estavam a estudar na Universidade de Coimbra.
Tudo aconteceu num dia de aulas, como todos os outros, quando o professor explicava aos alunos a evolução das máquinas fotográficas. A certa altura, atrapalhado, estava a tentar descobrir como ligar a máquina. Os alunos, muito interessados, tentavam dizer que o botão “on” já é digital. Quando chamaram a atenção do professor, este deixou cair a máquina fotográfica, que se partiu em muitos pedacinhos. E assim acabou a aula, com o professor bastante corado.
Um grupo de amigos estudantes, depois de sair da aula, brincava sobre o que se tinha passado, quando alguém disse que as máquinas não têm asas para voar. Nesse momento, ficaram todos calados porque desse problema surgiu uma ideia genial: colocar uma hélice na máquina.
Passado algum tempo, o grupo de amigos dava uma entrevista a um jornal, anunciando a grande descoberta.
E foi assim que se descobriu o drone, cujo nome se formou quando o Dr. Carlos carregava no “on”.

Leonor Filipa Fonseca, 5.ºA



3.º Ciclo

Descoberta a Cura para o Cancro do Pulmão


No Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, foi hoje descoberta a cura para o Cancro do Pulmão.
Desde os primeiros casos de Cancro de 2006, os cientistas têm estado em observação contínua dos núcleos das células do cancro, que estão em constantes mutações. Já no início, os cientistas ponderavam a hipótese de as mutações contínuas a nível celular terem um padrão que se repetia em todas as mutações, e depois de 4006 dias (cerca de 11 anos) de observação, concluíram que estavam corretos.
As mutações ocorrem exatamente de 54 em 54 dias, e duram 4006 dias para voltarem à forma original. Já que este padrão de mutação ocorre apenas em metade do tumor, é possível desenvolver uma cura.
Esta cura consiste num líquido com glóbulos brancos doados por terceiros que são alterados para se poderem adaptar ao cancro que cada doente tem. O processo de desenvolvimento de cada líquido é simples pois foi criada uma máquina que altera os glóbulos brancos e faz a tal "cura personalizada". Já a outra parte dos glóbulos brancos, é alterada consoante o tipo e fase do padrão de mutação do cancro, que antes,tem de ser identificada por um microscópio eletrónico de alta resolução.
A cura para o cancro do pulmão está a revolucionar a medicina e também tecnologia, pois só com o trabalho em equipa, liderado pela Dr.ª Maria, no CHUC-Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, foi possível avançar tanto!
Duarte Domingues, 8.º B 


Secundário

A Vacina da “Vida”

Os cientistas da Universidade de Coimbra descobriram recentemente a vacina que se designa pelo nome “vida”. Esta vacina permite prolongar os anos de vida de cada pessoa, além disso também rejuvenesce.
A vacina foi descoberta através de uma fórmula que os cientistas passaram anos a desenvolver, devido ao facto de estarem a morrer mais pessoas do que aquelas que nascem, consequência da poluição e das alterações do clima.
Esta descoberta só trará benefícios às pessoas. No entanto, só a algumas, pois o governo apenas financiará 500 doses da vacina. Quem é rico terá livre acesso, desde que a pague. Apesar de Portugal ter tido uma descoberta extraordinária, o nosso governo não permite que esta seja de livre acesso a todos os cidadãos. Enfim, é o governo que temos…
Os cientistas têm como objetivo diminuir a mortalidade, uma vez que há, cada vez mais, pessoas a morrer devido ao clima e à poluição. Embora a população mundial tenha conseguindo diminuir a poluição, as pessoas continuam a morrer em grande quantidade, devido a alterações climáticas bruscas. Na tentativa de solucionar este problema, foi criada esta vacina.
Mariana Reis 10.ºI

Muitos parabéns aos vencedores! 
Os prémios serão entregues em janeiro.
Prometemos mais desafios para o 2.º período!

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Exposição "Rosas dos Ventos"









Exposição de "Rosas dos Ventos" elaboradas,  com muita imaginação, pelos alunos do 7.ºD, na disciplina de Geografia, sob orientação da professora Leonor Bernarda.

Thanksgiving Day



Trabalhos relativos à celebração dThanksgiving Day, realizados pelos alunos das turmas 5.ºB e C e 7.ºA, na disciplina de Inglês, sob orientação da professora Germana Fernandes.

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Projeto de Rádio Escolar EBSQF



Um sonho sonhado sozinho é um sonho.
Um sonho sonhado junto é realidade (Yoko Ono).

Finalmente chegou o dia em que a realidade permitiu ver o brilho nos olhos de alguns jovens que há três anos começaram a sonhar em ser locutores de rádio.

Decorria o ano letivo de 2016/2017, quando a professora GF, aproveitando a sua experiência como locutora/realizadora da Rádio Universidade de Coimbra, lançou os primeiros desafios, a alunos do 2º ciclo de ensino básico, sobre locução, apresentação de espetáculos, o estar atrás de um microfone.
Os miúdos tinham jeito, eram empenhados e queriam aprender como era … e no ano letivo de 2017/2018, o grupo apresentou uma candidatura ao Orçamento Participativo da EBSQF, no sentido de ser adquirido equipamento profissional que permitisse apetrechar o já criado Clube de Rádio, que até então tem funcionado com parcos recursos.
Hoje, chegado o equipamento à escola, o grupo, constituído por catorze alunos, de diferentes níveis e com idades entre os nove e os quinze anos, tem objetivos bem definidos quanto ao Projeto de Rádio Escolar EBSQF e as suas atividades já são variadas, tais como: locução, produção áudio, sonoplastia e, quinzenalmente, aos domingos, às 18 horas, tem um programa na RUC – Rádio Quinta das Flores, a rádio na mão dos miúdos”. Quem já teve oportunidade de ouvir, ficou, certamente, fã das escolhas musicais destes jovens e preso à sua locução.
Agora, com o equipamento novo, a comunidade educativa da EBSQF vai poder contar, com regularidade, com emissões que contemplam um bloco noticioso, às 2ª feiras, pelas 10 horas, sobre a “Semana da Quinta”, e outros blocos à hora de almoço por diversos alunos.


Palestra "A Ciência e a Escrita" pelo Dr. António Piedade


No dia 21 de novembro, os alunos de Literatura Portuguesa das turmas do 10.º G e 11.º G assistiram à palestra "A Ciência e a Escrita", proferida pelo Dr. António Piedade. A iniciar, quatro alunos fizeram a leitura expressiva de poemas do nosso convidado, do livro "Fonte de Coretos". 
O Dr. António Piedade enfatizou a ideia de que a ciência sempre usou a escrita para se divulgar e, logo, para ser ciência. Sem comunicação dos resultados científicos não pode haver ciência, por isso a escrita de ciência assume uma componente crucial. Mas há diferentes "escritas" de ciência, desde logo o artigo científico, passando pela literatura até à poesia. 
Na palestra foram ainda apresentados exemplos de alguns escritores e poetas portugueses que referem a ciência nas suas prosas, reflexões e poesias.
Ficou lançado o mote para inspirar os alunos em alguns textos que têm de apresentar nos seus portefólios!


Semana da Cultura Científica | Exposição na BE

terça-feira, 20 de novembro de 2018

3.ª Conferência do Plano Nacional de Cinema | Entre Espaços : a Escola e o Cinema


"O cinema é uma janela para pensar o mundo
Catarina Mourão (cineasta de documentário)


No passado dia 17 de novembro, a equipa do Plano Nacional de Cinema da escola esteve presente na 3.ª Conferência do PNC, que decorreu na Cinemateca Portuguesa.


A sessão de abertura da Conferência teve a intervenção dos Diretores da Cinemateca e do ICA, da Coordenadora do PNC, Elsa Mendes, do Diretor da DGE, do Secretário de Estado da Educação, João Costa, e da Secretária de Estado da Cultura. 


O 1.º Painel "O Cinema: convite à criação do mundo", moderado pelo crítico de cinema Carlos Natálio, fez uma incursão na relação que existe entre o cinema e o seu ensino, já que três dos elementos da mesa (João Mário Grilo, Catarina Mourão e Pedro Sena Nunes) são realizadores e professores de cinema.

O 2.º Painel "C2 - Cinema é no Cinema: experiências de formação cinematográfica", moderado pela Coordenadora do PNC, centrou-se na apresentação de alguns projetos escolares centrados no cinema, nomeadamente o projeto "Olhar pela lente", apresentado por Pedro Alves, com o intuito de, pelo cinema, combater o insucesso e o abandono escolar, promovendo a autonomia, o espírito de grupo e a responsabilidade dos alunos envolvidos.
Da parte da tarde, houve uma sessão dupla de cinema com os filmes "O Vento Levar-nos-á" do iraniano Abbas Kiarostami (1999) e "O Santo dos Pobrezinhos" de Roberto Rossellini (1950).



domingo, 18 de novembro de 2018

Sessão "Aníbal Milhais, Um herói chamado Milhões"



Pela mão do ator Diogo Carvalho, os alunos das turmas do 9.º ano e de algumas do 10.º e 12.º anos receberam na escola a "visita" de Aníbal Augusto Milhais, o Soldado Milhões. O nosso herói da Primeira Guerra Mundial "contou" a sua história desde a vida esforçada no campo da sua aldeia natal, onde nunca foi à escola, até ao reconhecimento através da mais alta honraria nacional: Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito. Pelo meio, descreveu os horrores da guerra e da Batalha de La Lys onde se disponibilizou para garantir, sozinho, a retirada de parte das forças portuguesas e britânicas.
Foi um momento marcante que deu a conhecer aos nossos alunos este herói nacional e os sensibilizou para o enquadramento histórico e social da época.
Agradecemos à Imprensa Nacional-Casa da Moeda pelo projeto desenvolvido a partir da coleção "Grandes Vidas Portuguesas", dedicada às vidas de personalidades que se destacaram em vários domínios da nossa história, e ao ator Diogo Carvalho que dá voz a estes protagonistas!

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Teatro "A Viúva e o Papagaio"


Hoje, foi grande a diversão nas turmas do 5º ano em “A viúva e o papagaio”, peça adaptada do conto homónimo de Virgínia Wolf pela Companhia de Teatro “Lanterna Mágica”.

Este grupo de teatro proporcionou aos alunos da escola uma fantástica experiência com momentos de teatro, de música, e até de ventriloquismo, sempre recheados com uma grande dose de boa disposição. É também de destacar a enorme interação conseguida entre os atores e o público, ao ponto de alguns alunos participarem entusiasticamente na peça.

Também a mensagem do conto da escritora britânica – a força da amizade – foi passada com grande alegria! O espetáculo terminou com música e dança e muita vontade de ler ou reler o conto que, em breve, será estudado na aula de Português!