terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Encontro com João Pinto Coelho


Ontem a escola recebeu o escritor João Pinto Coelho, vencedor do Prémio Leya 2017 com o livro Os Loucos da Rua Mazur. A sessão iniciou-se com a apresentação do autor pelo aluno João Martinho, seguida do momento musical Allemande, da Partita n.º 2 de Bach para violino, pelo aluno António Bento.
O autor conduziu-nos então através de uma viagem pelos anos terríveis da Segunda Guerra Mundial, nomeadamente pela criação dos campos de concentração e extermínio de Auschwitz e Auschwitz II-Birkenau. Esta temática inspirou o seu primeiro romance Perguntem a Sarah Gross, que o autor apresentou durante a sessão. Foi passado um pequeno documentário sobre os factos ocorridos em Auschwitz, nome alemão dado à cidade polaca de Oswiecim. 
Quanto ao seu segundo romance, Os Loucos da Rua Mazur, João Pinto Coelho referiu que dá a conhecer um lado diferente da Segunda Guerra Mundial, centrando-se na universalidade do mal. Destacou que a compreensão do Holocausto e de outras tragédias semelhantes incide cada vez mais no retrato dos perpetradores. Rlefletindo bem, encontramos pessoas assustadoramente normais, "homens e mulheres capazes de amar os seus filhos, a quem, se fosse perguntado se seriam capazes de cometer atrocidades, negariam com a mesma convicção com que cada um de nós o afirma hoje."
Agradecemos ao autor a magnífica lição de história e humanidade que partilhou connosco!

Sem comentários: